segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Sou Mulher!

Sou mulher!
(by Agatha Morenna)

Sou mulher...
Não sou um objeto,um adorno.
Tenho sentimentos.
Eu amo, eu choro,eu rio...
Tenho desejos,tenho sonhos,tenho necessidades...
Sou forte,mas sou delicada, sou flor!
Gosto de ser desejada, mas prefiro ser amada.
Gosto de fazer sexo,mas prefiro fazer amor.
Gosto de ser admirada pela minha beleza física,
mas prefiro que admire meu modo de ser.
Gosto de dar,mas também gosto de receber.
Gosto de te ouvir, e procuro te compreender,
mas também gosto que me ouça e que me compreenda.
Gosto que elogie meu corpo,
mas curto muito mais quando elogias as minhas conquistas.
Gosto quando você sai com seus amigos,
Que veja o futebol,
Que tenha seus interesses...
Mas gosto muito mais,
quando antes disso,
você se dedica a mim,
e que de vez em quando,
você troque tudo isso apenas pra ficar ao meu lado...
Gosto quando você demonstra um pouco de ciúmes,
quando cuida de mim,
mesmo que por vezes,
eu me mostre tão segura e independente,
que pareça não precisar de você...
Sou mulher, não fêmea.
E é assim que quero que me veja,
Não com os olhos mas com o coração...


Poesia premiada com Menção Honrosa no Concurso de Poesias da
Sociedade de Poetas de V. Prudente

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Sem limites pra sonhar...

Sem limites pra sonhar...

(Agatha Morenna)

Você chegou de longe,
trazendo na bagagem os sonhos,
e como brisa da manhã,
que anuncia o novo dia,
me trouxe um novo amor...
Com seu jeito carinhoso,
entrou de mansinho,
sem ao menos pedir licença,
e fez morada em meu coração...
Quando dei por mim,
já estava em suas mãos
entregue a essa paixão,
desejando também fazer morada em seu coração...
E num encontro de corpos e de almas
nos entregamos sem pensar,
sem tempo e sem distância,
sem limites para sonhar...
Com um beijo,
rompemos as barreiras da alma,
suas mãos tocaram meus seios,
passearam sobre meu corpo,
sentindo minha pele,
desvendando caminhos,
se embriagando no perfume do prazer,
e nas carícias penetraste,
não apenas meu corpo,
mas todo meu ser...
Desvendastes meus mistérios,
me fizeste cúmplice de seus segredos,
me fisestes amante,
amiga
e companheira,
me fizeste ser tua por inteira,
desejando sempre mais estar com você...
E assim, rompemos as barreiras do tempo,
quebramos a distância que nos separa,
e ultrapassamos os limites dos sonhos,
e então nesse louco devaneio,
meu anjo tornou-se real...

... Seguidores